segunda-feira, 25 de outubro de 2010

História - Guaraná Jesus


Calma, não fiquem assustados com um guaraná ROSA!
Este é o famoso Guaraná Jesus, o mais conhecido refrigerante do Maranhão.
Posso dizer por experiência própria que é muito estranho tomar um refrigerante assim, rosa, sem saber do que é feito, mas é 8 ou 80, ou você gosta ou odeia. Quando você chega no Maranhão e diz a palavra "jesus" a primeira coisa que fazem é te entregar este refrigerante.

O Guaraná Jesus foi criado em 1920, pelo farmacêutico Jesus Norberto Gomes, que era ateu, foi excomungado e morreu em 1963, com muito pouca propaganda caiu no gosto do maranhense e quase virou um símbolo cultural do Estado. O refrigerante resultou de uma tentativa frustrada de fabricar um remédio. Deu errado, mas os netos do farmacêutico adoraram o xarope. Com o passar do tempo, sua cor e seu nome fascinantes ganharam a simpatia de todo o brasileiro, com várias comunidades em sites de relacionamento e vídeos no youtube. Com seu sabor diferente, muito doce com traços de cravo e canela (a receita é mantida em segredo), foi comparada pela Coca-Cola em 2001 e muitos passaram a importar a bebida do Maranhão.



A embalagem do meio é vencedora do Prêmio Internacional de Excelência em Design


No ano de 2010 a lata foi reformulada e ganhou a medalha de ouro de melhor estratégia de marketing no Prêmio Internacional de Excelência em Design, o Idea. A escolha do novo layout foi idealizada pela Dia ComunicaçãoOs publicitários fizeram uma campanha estadual com três propostas de novos desenhos para a lata e pediram votos dos fãs. Usaram a internet e mensagens por celular. Três pessoas fantasiadas de latinha – uma de cada opção – passearam por São Luís, brincaram com os passantes, visitaram colégios e entraram em casamentos, sempre recebidas com festa. O modelo vencedor lembra outro símbolo do Estado, os azulejos coloniais portugueses de São Luís.


Fonte: Época e Embalagem Marca




Nota do Despensa: 10 (Gosto muito!)


Até mais,
Despensa Cultural.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário